domingo, 15 de fevereiro de 2009

Aniversário com tertúlia!

O acaso "vira e mexe" prega peças, surpreende. A doçura e a delizadeza deste poderoso elemento do viver vem daí mesmo: a surpresa! E qual não foram as minhas, sim, duas, ao descobrir o Tertúlia Virtual através do mesmo acaso que me levou ao blog Conflitos de Confissões (acaso com nome mais uma vez, Iedinha!), e que ainda por cima este mês traz como tema O Tempo. Aliás, aqui já seriam três surpresas, mas ainda não acabaram. Tem também a delicada "coincidência" de este ser o tema da "tertúlia" deste mês, já que o dia escolhido é também o dia em que completo 28 anos de estrada, e que inicio o 28º da jornada. E que assunto poderia vir mais a calhar numa data como a de hoje?
Pois neste dia então passo a fazer parte desta "tertúlia". Uma oportunidade magnífica de vivenciar outras experiências, conhecer outros olhares e me abrir para outras doces e delicadas obras do acaso. Todo dia 15 tem tema novo. O espaço foi criado por Jorge Pinheiro (Expresso da Linha) e Eduardo P.L. ( Varal de Idéias), e participar é muito simples. Basta clicar (http://tervirtual.blogspot.com/), se cadastrar e dedicar, no meu caso, o voo, para o tema da vez. E eu já ia fazer isso mesmo...



Pedido...

Completar mais um ano de vida pode trazer um "mix" de sentimentos inexplicável. Na minha vida, sempre sempre foi assim! Mas, de uns anos pra cá, pra ser mais exata depois dos 25, de alguma forma eu passei e dar valor inestimável a uma data que registra que alcancei mais 365 dias e nisso entenda-se "quebrei barreiras, venci obstáculos, amei amei, chorei chorei, sorri sorri, sonhei sonhei... como sonhei!"

Nos últimos meses, eu passei a tentar me imaginar com 30 anos. Acho que uma vez vi num filme que 30 é a idade do sucesso. E eu tenho mesmo enxergado algumas nuances novas nas cores que me remetem os 30. E agora, os 28 me fazem sentir tão mais perto, como nunca, que acho que algumas delas começam a borrar minha vida desde já!

Deixei de ver a idade como uma bagagem pesada, como vinha fazendo. Deixei de me amargurar tanto por achar que "a essas alturas do campeonato" eu já deveria ter algumas coisas que ainda não tenho. Isso não quer dizer que desiti ou mesmo deixei de desejá-las. Mas meu olhar tem sido mais acarinhador pra comigo mesma. Passei a notar, por exemplo, minha capacidade maior de olhar para a maioria das coisas com mais paciência, com mais cuidado e cautela, com mais carinho e zelo. Percebi que ando tomando mais gosto pela vida na prática. E tenho certeza que isso só pode significar uma coisa: maturidade.

Antes, e muitas outras vezes eu pensei, achei e disse isso, mas hoje, com toda a convicção do mundo, eu me sinto mais madura, mais segura, mais feliz! Eu continuo sofrendo, sangrando, doendo, chorando sim, por uma série de motivos, válidos ou não, mas faço tudo isso com segurança e liberdade até mesmo pra fazê-los. E me sinto tão "dona de mim mesma"!

Neste fim de semana o tempo veio coversar comigo. Sentou-se ao pé da minha cama e me dedicou muito de si mesmo para falar, não ouvir. Ele me mostrou com cuidado que amizade está longe de ser alguma coisa com forma e cor determinadas por nós humanos. Me mostrou que ainda agora, um ano depois, eu posso continuar acreditando na incondicionalidade do amor de mãe e pai, mesmo que não seja exatamente do jeitinho que me prometem sempre as propagandas de margarina. E o Tempo veio renovar uma aliança que tem comigo. A de que vai se doar, vai estar sempre pronto e presente pra ser "pano de fundo" da concretização de muitas promessas que me foram feitas pelo mais fiel de todos. Ele, o Tempo, veio tirar o ranso que se possa estabelecer da nossa cotidiana relação, e veio trazer cheirinho de novo e álito fresco para os próximos 365 dias que se anunciam pra mim hoje!

E nesta data, com tanta segurança e liberdade de alma, eu assopro as velinhas, e de olhos fechados refaço meu pedido maior, e que tem ficado maior ainda a cada aniversário em que não se concretiza, porque só depois dele talvez eu vá liberar espaço pra outros maiores ainda. Enquanto isso vou deixando-o conviver com os demais todos dentro do meu ser. Que venha o amor, o sonho de amor urgente, sem demora, porque estou cada vez mais pronta e livre para recebê-lo!



Foto by Google

10 comentários:

Eduardo P.L disse...

Amanda,

a vida é uma série de coincidências, e só captamos algumas! Hoje foi um dia desses! E para n´s da TERTULIA muita sorte e prazer de te-la conosco! Parabéns pela data, pela postagem, e pela forma como encara o TEMPO.

Até a próxima!

Iêda disse...

Mandy-Flor!!! Que texto maravilhoso! Eu mais uma vez desejo toda a sorte do mundo para vc. Amei conhecer vc um pouco mais nos últimos meses, adoro ter sua amizade e pode ter certeza que me sentirei feliz com cada vitória que a vida lhe proporcionar! Que o tempo continue a trazer brilho na sua vida! beijão

Ruvasa disse...

Viva, Amanda!

E esses 28 anos, devem ter sido e continuar a ser um tempo de bonança para si e para quem lhe está perto.

Bom aniversário e de tal modo que, daqui por mais 100, aqui estejamos a comemorar.

Abraço

Ruben

Serena Flor disse...

Que bela participação a sua minha querida...parabéns pela postagem e pelo aniversário também!
Adorei seu blog e adorei te conhecer um pouquinho.
Um grande beijo e ótimo finalzinho de Domingo pra você!

Luis Bento disse...

Ganhei asas e voei no teu espaço...Bom blog!

Michelle Ribeiro disse...

Mandyta, com 28 anos você está mais linda do que nunca. Por dentro e por fora. Me surpreendi ao te conhecer novamente...você mudou muito, pra melhor. Desejo tudo de mais maravilhoso nesse mundo à você.

Um beijo bem grandão

Montanha disse...

Feliz aniversário!!!

Que este blog ilumine outras vidas e, este belo dia, se repita por mais vezes.

Sucesso na sua carreira, vida, enfim, tudo de bom...

Montanha

Camila Caringe disse...

AAAAAAAAAAAaaaahhhh
Não!

Me recuso a dar feliz aniversário pelo blog. Nem vem!

Pode passar na Vira, sua tratante! rs

Aline Proetti disse...

É maninha, a vida passa para todos, só não pode passar fora do nosso controle. Sonhos são planos, planos são metas, metas são conquistas que qualquer um pode atingir com perseverança. Pode ter certeza que Deus te deu cada sonho para tornálá capaz de conquistá-los. Você vai conquistar todos os seus sonhos!
bj.
Te amo.
Aline Proetti

Eduardo Santos disse...

Olá amiga tertuliana e colega jornalista, segundo creio. Cheguei um pouco tarde, porque vim de longe, mas a culpa foi do Tempo. Tem sido uma agradável surpresa a visita que ando a fazer aos restantes aderentes. O seu texto, apesar de longo - defeito jornalístico? - é bastante elucidativo e combina bem com o tema. Sinceros parabéns pelas 28 primaveras. Também participei pela primeira vez e estou agradecido por esta experiência que espero repetir.Tudo de bom para si e até breve.