quarta-feira, 10 de junho de 2009

Ele não sabia...

... , mas o acordar e o deitar há muito já não eram atos marcados ‘necessariamente’ por ele como o primeiro e o último pensamento do dia. Ainda assim, era a sua imagem que a "menina" dos olhos dela espelhava pra representar, “semioticamente”, o amor.

3 comentários:

Iêda disse...

Que lindo, Mandy!!
beijão

Luciano de Sálua disse...

O acordar e o deitar foram tomados pelas expectativas de vê-la e pensa-la; Senti-la.

meus instantes e momentos disse...

bonito.
Eu gosto daqui.
Maurizio