sexta-feira, 17 de julho de 2009

Doce, doce, doce...

Quando a vida era tão doce de dar enjoo...
Tão divertida de desmaiar de sono
Tão leve de sair voando em pleno pôr do dol
Tão simples de passar o dia montando a casa da Barbie
Tão inocente de não ter medo do palhaço
Tão sutil de esboçar uma linguinha de pura timidez e plenitude
Tão feliz de relembrar pra reviver!

7 comentários:

Iêda disse...

É vc!!!!!!!!!!!! Que legal!! hehe
Lindo o texto! beijão

Michelle Ribeiro disse...

Como era mesmo o nome desse palhaço???
Acho que tenho uma foto com ele tbm..rs

beijooo

Luciano de Sálua disse...

Linda como sempre. Casa-se comigo?

Jaqueliny Euzébio disse...

Então a gente cresce, vem as ruas, os carros, as avenidas, os cigarros, a melancolia, a solidão e toda a complicação que existir exige. Ai não somos mais crianças.

Simone Nascimento disse...

Amanda você continua igual e linda minha amiga!!!!
Deixei um selo para o seu blog no meu blog!
Beijos

Montanha disse...

Boa lembrança. Nota 10.

Montanha

Dri disse...

Ai que bonitinha, é você na foto?
Vim agradecer teu comentário no blog do Quarto Mundo! Obrigada!

E ah, Michael sempre viverá em nossos corações!

Adorei teu blog, sucesso.

Dri