sexta-feira, 24 de julho de 2009

Lição de (a)mor(al)

Ele tinha um cheirinho... de menino crescido, um cheirinho de amaciante de roupas com um toque de desodorante masculino, e isso misturado ao cheiro da pele dele era simplesmente sutil.

Ele tinha um sorriso... brincalhão dolorido, um sorriso que carregava o peso do mundo, não sem equilibrá-lo trocando-o nas mãos como malabares entorpecidos.

Ele tinha as mãos mais delicadas e decididas, mãos que titubeavam quando nervosas, afagavam quando enternecidas.

Ele tinha uns sonhos bonitos, uns ideais nobres, uns desejos perdidos e umas iniciativas maduras. E tudo não combinava com aquilo. Por que será que ele não via?! Era será porque a fumaça do cigarro subia, a névoa se dispersava e tudo se embaralhava?! Não condizia o cheirinho, o sorriso, as mãos com aquele tubinho branco e fedorento.

A careta dele era feia quando fazia esforço pra sugar todo aquele lixo pra dentro, e eu me lembrava do jeito meigo e intempestivo com que ele cuidava de mim. Um cuidado quase paternal. Um cuidado que me provocava sorrisos genuínos na cara. E ele ali, naquela pose de gangster rebelde sem causa se autodestruindo não fazia o seu gênero.

Ele não se deu conta do papel a que se prestava. E eu o vi sumir quando o ônibus andou e meu sorriso com ar de reprovação se retirou...



P.S. 1: Só uma tentativa de tocar... e quem sabe convencer.

P.S. 2: Eu já deveria ter feito isso antes... obrigada de coração pelos comentários ou mesmo pelas visitas discretas. Mas saibam que cada uma das manifestações aqui me enche de uma ternura sem igual. Todas, sem demagogia, são muito importantes pra mim!

5 comentários:

Luciano de Sálua disse...

E entre a fumaca ele via voce, e te detalhava da mesma forma que voce a ele, afinal foi/eh recproco.i

.::Li::. disse...

Nada que atrapalhe a nossa visão é bom, certo??
Preciso livrar-me dos (velhos) vícios. Todos eles.

Bjos

#Eric Silva# disse...

"Ele tinha uns sonhos bonitos, uns ideais nobres, uns desejos perdidos e umas iniciativas maduras"...

É, acho que tudo isso se foi, só ficaram os desejos perdidos...

Obrigado pelo texto Linda!!!
To tentando parar com alguns vícios...
Mas está difícil!

Roberto Kamarad disse...

Sempre confortante... linda!

beijos

Vivian disse...

bom, eu só queria dizer que te amo.